0
Hoje, na Alepa, tinha até bolão na Sala de Imprensa para saber quem é, afinal, o deputado abandonado pela mulher – por outra, que seria advogada -, como afirmou o deputado Vic Pires Franco em seu blog. A apuração dos fatos incluiu a confecção de duas listas: a dos parlamentares acima de qualquer suspeita – integrada pelas mulheres (óbvio), pelos demos (Vic não fofocaria sobre seus correligionários), solteiros, descasados e notoriamente muito bem casados -; e, bem, digamos, a do grupo de risco. Em investigação preliminar, descobriu-se que alguns não usam aliança, por convicção, mas apostam que suas esposas os aguardam em casa. Outros acharam por bem voltar ao aconchego do lar e verificar se está tudo bem. E houve os moderninhos que aventaram a possibilidade de, ao ouvir tal confissão da mulher, convidar de bom grado a terceira para uma convivência feliz e pacífica.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

O bicho vai pegar

Anterior

Bola de volta

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *