Brega no Pará é coisa séria. Tem Brega Pop, Brega Calypso, Brega Marcante, Brega Saudade, Tecnobrega, Melody, Tecnomelody … Verdadeiro hino (música oficial dos 400 anos de Belém), não há quem desconheça o clássico Ao Por do Sol, eternizado na…

Uma reunião no Ministério Público do Estado do Pará colocou em pauta a situação caótica da Unidade de Conservação Estadual Área de Proteção Ambiental da Ilha do Combu, onde proliferam construções e empreendimentos comerciais irregulares, transporte fluvial desordenado, festas e…

O juiz federal Henrique Jorge Dantas da Cruz condenou a União e o Estado do Pará à obrigação de fornecer Cerliponase Alfa (Brineura®) a uma criancinha de quatro anos durante todo o período de tratamento, sem interrupção. O remédio deverá…

A Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária da Assembleia Legislativa aprovou à unanimidade, hoje (15), as contas do governador Helder Barbalho relativas ao exercício de 2020. Conforme o relatório do presidente da CFFO, deputado Igor Normando (MDB), a receita bruta…

Trágica omissão

Mas o que é que falta para o Ministério Público agir diante da derrubada indiscriminada de árvores em pleno Parque Ecológico de Belém, equivalente a mais de 40 campos de futebol, e um dos últimos fragmentos de área verde do município? O local é um dos poucos refúgios naturais de animais silvestres em pleno centro urbano, cuja eliminação põe em risco a já combalida saúde pública. Ninguém ignora, muito menos o Estado – que comete esse crime para erguer, vejam só, complexo viário na Av. Júlio César – que febre amarela, dengue, malária, leishmaniose e leptospirose são fruto do desequilíbrio ambiental: removidos os hospedeiros naturais, o homem é o principal alvo dos vetores dessas doenças. Isso sem falar nas graves consequências do impacto nas nascentes de águas. Vivemos dias difíceis: com toda a quilométrica legislação ambiental e a nossa Constituição Cidadã, os próprios governantes insistem na lógica perversa de destruir o ecossistema para construir seus elefantes brancos. E ninguém faz algo.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *