O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Chicão, convocou e empossou Torrinho Torres, primeiro suplente do Podemos, na vaga do deputado Igor Normando, que está licenciado para exercer o cargo de secretário de Estado de Articulação da Cidadania. O novo parlamentar…

Reconhecimento máximo da Associação Paulista de Críticos de Artes a obras de Literatura, Música popular, Arquitetura, Artes Visuais, Cinema, Dança, Rádio, Teatro, Teatro Infantojuvenil e Televisão, o Prêmio IPCA, anunciado na segunda-feira, 6/2, contemplou o livro de contos “Eu já…

A sesquicentenária samaumeira que perdeu seus galhos na madrugada desta segunda-feira (6) é memória afetiva de todos os paraenses e até de gente de fora do Pará e do Brasil que frequenta Belém durante o Círio de Nazaré. Localizada em…

O Tribunal Regional Eleitoral do Pará oficializou o resultado da eleição suplementar em Viseu 39 minutos após o encerramento da votação. Foi eleito prefeito Cristiano Vale (nº 11 – PP – Voltando pra Cuidar da Gente) e vice-prefeito Mauro da…

Tragédia em Soure, no Marajó

A população de Soure, no arquipélago do Marajó, está chocada. Ontem, na primeira hora da madrugada,  João Silva Figueiredo Neto, apelido “Mascote”, e sua esposa Cleice Figueiredo participavam de uma reunião social na casa dos vizinhos, na Quarta Rua, bairro de São Pedro, quando perceberam que a humilde casa de madeira que habitavam estava sendo consumida pelo fogo. O bebezinho Carlos Henrique Figueiredo, de apenas sete meses, filho do casal, estava na casa, dormindo.
O pai, desesperado, enfrentou as chamas para tirar a criança e conseguiu fazer o resgate, mas o pequenino já estava muito queimado. Foi levado imediatamente para o Hospital Municipal Menino Deus, onde recebeu os primeiros socorros. Por volta das 10h da manhã, o helicóptero do Governo do Estado chegou à cidade para conduzir o bebê até Belém. Mal levantou voo, porém, o menino passou mal e a equipe decidiu retornar para Soure. O quadro foi estabilizado e o pequeno Carlos foi assistido por médicos especializados no Hospital Metropolitano, em Belém, mas seus ferimentos eram muito graves e hoje de manhã ele não mais resistiu. 

A situação da família é por demais dolorosa. Além do sofrimento pela morte do filho, o casal perdeu todos os seus pertences, inclusive roupas. Quem puder ajudar pode mandar doações para a casa da mãe de João Silva Figueiredo Neto, que fica na Quarta Rua, entre as travessas 9 e 10, bem em frente à pousada Marajoara.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *