Embora o Quartel Tiradentes esteja localizado no coração do bairro do Reduto, sediando o 2º BPM e duas Companhias da Polícia Militar do Pará, os meliantes parecem desafiar abertamente os policiais. Os assaltos no bairro continuam muito frequentes, principalmente no…

Douglas da Costa Rodrigues Junior, estudante de Letras - Língua Portuguesa da Universidade Federal do Pará e bolsista do Museu Paraense Emílio Goeldi, ganhou a 18ª edição do Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica na área de Ciências Humanas…

O Ministério Público do Trabalho PA-AP abrirá na segunda-feira inscrições para Estágio de Nível Superior. A seleção será destinada ao preenchimento de vagas e formação do quadro de reserva de estagiários dos cursos de Administração/Gestão Pública, Biblioteconomia, Direito, Jornalismo, Publicidade/Propaganda…

Hoje, dia 23 de julho de 2021 às 19h, o Instituto Histórico e Geográfico do Pará realizada a nona “Live em Memória” da programação alusiva aos 121 anos do Silogeu, desta vez em homenagem ao centenário de nascimento do Almirante…

Tragédia em Soure, no Marajó

A população de Soure, no arquipélago do Marajó, está chocada. Ontem, na primeira hora da madrugada,  João Silva Figueiredo Neto, apelido “Mascote”, e sua esposa Cleice Figueiredo participavam de uma reunião social na casa dos vizinhos, na Quarta Rua, bairro de São Pedro, quando perceberam que a humilde casa de madeira que habitavam estava sendo consumida pelo fogo. O bebezinho Carlos Henrique Figueiredo, de apenas sete meses, filho do casal, estava na casa, dormindo.
O pai, desesperado, enfrentou as chamas para tirar a criança e conseguiu fazer o resgate, mas o pequenino já estava muito queimado. Foi levado imediatamente para o Hospital Municipal Menino Deus, onde recebeu os primeiros socorros. Por volta das 10h da manhã, o helicóptero do Governo do Estado chegou à cidade para conduzir o bebê até Belém. Mal levantou voo, porém, o menino passou mal e a equipe decidiu retornar para Soure. O quadro foi estabilizado e o pequeno Carlos foi assistido por médicos especializados no Hospital Metropolitano, em Belém, mas seus ferimentos eram muito graves e hoje de manhã ele não mais resistiu. 

A situação da família é por demais dolorosa. Além do sofrimento pela morte do filho, o casal perdeu todos os seus pertences, inclusive roupas. Quem puder ajudar pode mandar doações para a casa da mãe de João Silva Figueiredo Neto, que fica na Quarta Rua, entre as travessas 9 e 10, bem em frente à pousada Marajoara.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *