0

O 1º Encontro Nacional pela Erradicação do Trabalho Escravo debate alternativas de combate a essa praga nacional. Estão em pauta os temas “Por que o trabalho escravo persiste?, O Papel do Congresso Nacional no Combate ao Trabalho Escravo, Trabalho Escravo e Responsabilidade Empresarial”.

Durante o evento, que vai até esta quinta-feira, em Brasília, o Ministério do Trabalho e Emprego lança dois livretos com esclarecimentos e dados sobre o trabalho escravo no País.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Aeroporto de Marabá

Anterior

Pauta em brasas

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *