Em iniciativa inédita, o Fórum de Entidades em Defesa do Patrimônio Cultural Brasileiro celebra os percursos individuais e coletivos que construíram as políticas de salvaguarda do patrimônio cultural no Brasil, lançando a obra “Em Defesa do Patrimônio Cultural”, organizado por…

Neste sábado, 16, postos de saúde ficarão abertos para a vacinação com foco em menores de 15 anos. Em Belém, 11 unidades vão funcionar das 8h às 14h. A campanha da Multivacinação iniciou no dia 04 de outubro e segue…

De autoria do carnavalesco e professor Paulo Anete, o enredo para o Carnaval 2022 da Escola de Samba Grêmio Recreativo Carnavalesco e Cultural Os Colibris, de Belém do Pará, é “Zélia Amada/ Zélia de Deus/ Zélia das Artes/ Herdeira de…

Batizada de sagui-de-Schneider (Mico schneideri), em homenagem ao pesquisador brasileiro Horácio Schneider (1948-2018), geneticista da Universidade Federal do Pará e pioneiro da filogenética molecular de primatas, a descoberta alvoroçou a comunidade científica internacional. A nova espécie de sagui amazônico do…

Requintes de perversidade

O bispo de Abaetetuba, Dom Flávio Giovenalli, ex-secretário da Regional da CNBB no Pará, denunciou que “a Polícia Civil de Abaetetuba corrompe mais a sociedade do que a protege.
A população tem medo da polícia e ela é o maior exemplo de corrupção praticada em todos os sentidos, inclusive com envolvimento no tráfico de drogas”. Para o bispo, “seria melhor se a Polícia Civil de Abaetetuba não existisse”. Diante disso a OAB-PA pediu à governadora Ana Júlia a substituição imediata de todos os 25 agentes da Polícia Civil lotados em Abaetetuba, ainda mais depois de saber que foram gravadas imagens de uma jovem sendo estuprada dentro da carceragem. “Isso não foi o delegado quem fez. Foi investigador, agente prisional, escrivão ou mesmo os presos. Então, a saída é destituir todo mundo”, cobrou Ângela Sales.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *