0
Temas interessantíssimos têm sido abordados no projeto Quartas Verdes, da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, no Parque Estadual do Utinga, cujo público alvo são os jovens, pela função multiplicadora e capacidade de interação dessa faixa etária com os demais segmentos sociais.
Os participantes são preparados para compreender a extensão de seu papel na preservação da natureza, em especial da Unidade de Conservação. Durante oficinas e palestras educativas, entram em discussão leis ambientais, biodiversidade, ecossistemas e os problemas enfrentados pelas comunidades do entorno do parque, como a caça e a pesca predatória.
A reflexão sobre os danos causados ao parque pelo uso inadequado de suas riquezas naturais; as mudanças ocorridas com o passar do tempo; os animais em extinção; o perigo do lixo sem destinação adequada; a importância dos mananciais Bolonha e Água Preta, que estão dentro do Parque e fornecem água potável para mais 60% da população da Região Metropolitana de Belém, figuram entre os assuntos debatidos no âmbito do projeto.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Engenharia política

Anterior

Solidariedade

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *