0
O Projeto Jepiara, coordenado pelo Movimento República de Emaús, através do Centro de Defesa da Criança e do Adolescente, em parceria com um Comitê Gestor formado por 12 instituições governamentais e não governamentais, desenvolve ações conjuntas com Seduc e Semec, capacitando professores e técnicos da área de educação; realiza atividades para crianças, jovens e mulheres nos Centros de Referência de Belém – bairros de Jurunas, Guamá e Bengüí -; além de se articular internacionalmente com governos e instituições que também defendem os direitos sexuais. Jepiara vem do tupi-guarani e significa defender-se, é a capacidade que uma pessoa ou um grupo tem de enfrentar e se libertar de situações de exploração. Quem quiser participar contacte cedeca@interconect.com.br – Trav: D. Romualdo de Seixas, 918, Umarizal – (91)3242 0752.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Interferência

Anterior

Homem & ambiente

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *