Começou hoje (27) às 8h e segue até às 17h a votação nas prévias do PSDB para escolher seu candidato à Presidência da República. O resultado, se tudo correr bem, deve ser anunciado às 20h. O partido passou a semana…

Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Na quarta-feira passada, dia 24, a audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal, em Brasília, era para discutir a gravíssima situação na Terra Indígena Yanomami, mas o clima de enfrentamento entre bolsonaristas e lulistas inviabilizou…

O prefeito Edmilson Rodrigues anunciou que Belém tem condições de fazer o Carnaval 2022, após reunião hoje (25) à tarde com representantes das escolas de samba e blocos carnavalescos. Ele acredita que com mais de 80% de pessoas vacinadas contra…

Previsões de 2013 já se confirmam

Vocês lembram que, em 11 de outubro de 2013, eu postei aqui Jatene e os cenários para 2014, informando, entre outras coisas, que o governador Simão Jatene(PSDB) cogitava se afastar do cargo para disputar a reeleição, junto com o vice Helenilson Pontes(PSD), deixando o presidente da Alepa, deputado Márcio Miranda(DEM) no comando do Pará. A revelação causou rebuliço e o ex-secretário de Comunicação a desmentiu, através de nota no Repórter 70.

Pois no domingo passado, no mesmíssimo jornal O Liberal, em entrevista especial à jornalista Irna Cavalcante, o próprio governador Simão Jatene confirmou que, se sair candidato, vai deixar o governo. E não declarou, mas é óbvio que nesse caso o vice irá junto, já que ele também será candidato.

Aliás, a indefinição da candidatura de Jatene está deixando a base aliada em clima de enorme aflição. É que, hoje, só ele tem o condão de unir o ninho tucano, os partidos satélites e os aliados (sim, há essa divisão). E não preparou sucessor, embora sempre tenha dito ser avesso à reeleição. O resultado é que todos se olham com desconfiança e as bicadas proliferam pelas costas. Tal suspense, ao invés de fortalecer, está esfacelando as hostes governistas, que, lógico, sofrem assédio da oposição. E nunca é demais lembrar que a oposição local é situação federal. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *