A 27ª Unidade de Conservação do Estado do Pará abrange os municípios de Jacareacanga e Novo Progresso, no sudoeste paraense. O Decreto nº 1.944/2021 foi assinado pelo governador Helder Barbalho na quinta-feira, 21, e publicado ontem (22) no Diário Oficial…

O Atlas da Dívida dos Estados Brasileiros, lançado no Fórum Internacional Tributário pela Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital, aponta que a dívida ativa das empresas com os entes federados soma estratosféricos R$ 896,2 bilhões, significando 13,18% do PIB…

Ao abrir oficialmente o Forma Alepa/Elepa, o presidente da Assembleia Legislativa do Pará, deputado Chicão, destacou a importância do trabalho que vem sendo executado pela Escola do Legislativo, treinando, qualificando e atualizando gestores, vereadores e servidores públicos, que dessa forma…

Em Itupiranga, força-tarefa do Ministério Público do Trabalho no Pará e Amapá, Auditoria Fiscal do Trabalho, Defensoria Pública da União e Polícia Federal resgatou sete trabalhadores em condições análogas às de escravos, em duas fazendas no sudeste paraense, e prendeu…

Posse da diretoria da ALAS

Anselmo Colares

O professor doutor Anselmo Colares, vice-reitor da UFOPA, assumiu a presidência da Academia de Letras e Artes de Santarém, e pela primeira vez o hino da ALAS – composto em 2010 e oficializado em 2012 – foi executado, pela Banda Sinfônica “Maestro Wilson Fonseca”, sob a regência do maestro Charles Almeida e supervisão do maestro José Agostinho da Fonseca Neto, igualmente acadêmico, e interpretado pelo cantor Júlio César Guimarães, do Instituto Maestro Wilson Fonseca. 


A ALAS tem 40 membros e era presidida por Ednaldo Rodrigues. O desembargador do Trabalho Vicente Malheiros da Fonseca, autor da música e parte da letra do hino, que escreveu em parceria com o saudoso poeta santareno Emir Bemerguy, compareceu ao evento.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *