0
O ponto X que embaraça as negociações entre o PMDB e o PT rumo a 2010 é a situação em 2014. É que o deputado Jader Barbalho quer garantir desde já que a chapa ao governo do Estado será encabeçada por seu filho Helder Barbalho, tendo Ana Júlia Carepa (ou outro nome petista) como vice.

O PT não quer nem ouvir falar nessa possibilidade. E desta vez o problema não é com a DS. É que o deputado Paulo Rocha, líder da tendência Unidade na Luta – e que sempre foi o mais próximo negociador junto ao cacique peemedebista -, tem planos próprios para daqui a quatro anos. Quer lançar a prefeita Maria do Carmo Martins Lima, estrela de sua constelação, a governadora.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Alepa & TCE

Anterior

Sinal de fumaça

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *