0
Nos arraiais tucanos, a avaliação é de que, no casamento do senador Mário Couto – além dos noivos, é lógico -, a estrela que mais brilhou foi a do ex-governador Simão Jatene, cuja mesa fervilhou o tempo todo – inclusive com a presença dos dirigentes do DEM, Vic e Valéria Pires Franco, sinalizando uma retomada da União pelo Pará. O ex-governador Almir Gabriel também foi muito festejado, como líder histórico e personalidade hour concour. Dos 1.400 convidados, um pouco mais da metade compareceu no ambiente elegante, onde sobrou roçar de plumas e as bicadas foram suaves, como convinha, aliás. Jatene, quando provocado por jornalistas sobre política, deslizou para temas ambientais e escapou ileso de saias-justas e pegadinhas, para desespero dos coleguinhas, que o compararam a um peixe, de tão escorregadio.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Existe Justiça?

Anterior

Sucessão no ninho

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *