0

Parece que o suplício dos doentes de câncer está chegando ao fim no Pará. A governadora Ana Júlia Carepa entrega amanhã o novo Parque Radioterápico do Hospital Ofir Loyola, referência em oncologia, que também vai inaugurar a Divisão de Medicina Nuclear.


Com esses equipamentos de última geração, o HOL terá capacidade para atender entre 250 e 300 pacientes por dia, o que, espera-se, representa o fim das filas. Oferecerá três aceleradores, um cobalto, uma braquiterapia nova e dois simuladores.


Para atender a grande demanda de pacientes, o hospital tinha só três radioterapeutas. Agora, com sete, a média de atendimentos tem sido de 115 pacientes novos por semana, além dos que já estão em tratamento, e segue convocando os pacientes da capital e interior para a antecipação de consultas.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Aquífero Grande Amazônia

Anterior

Endosso

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *