DEM e PSL ainda nem consumaram a fusão, prevista para outubro deste ano, mas a briga já é de foice. O ex-presidente do Senado Davi Alcolumbre e o ex-prefeito de Salvador ACM Neto duelam nos bastidores pelo comando do novo…

Um pastor de igreja evangélica localizada no município de Breves, no arquipélago do Marajó, foi condenado a 39 anos de prisão por estupro de vulnerável, exploração sexual e por possuir e armazenar pornografia infantil, com o agravante de que ele…

Acionado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o Ministério Público Federal recomendou ao prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, medidas efetivas para que os responsáveis pelo edifício conhecido como Bloco B da Assembleia Paraense assegurem a manutenção emergencial do…

Na quarta-feira passada (22), operários e servidores ligados à execução da reforma e readequação do Palácio Cabanagem almoçaram com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Chicão, que preferiu essa forma de reunião para agradecer pelo compromisso com o trabalho e…

Parauaras na Europalia Arts

Foto de Paula Sampaio
Foto de Luiz Braga

Paula Sampaio e Luiz Braga, sob curadoria de Guy Veloso, levam arte fotográfica de Belém para o mundo, durante a 23ª Bienal Europalia Arts Festival, uma das principais da Europa, que homenageia o Brasil este ano.  São 470 eventos, 300 atrações de música, dança, teatro, circo, artes plásticas, literatura e cinema, em mais de 200 espaços culturais da Bélgica e países vizinhos, com público estimado em mais de os 2 milhões de visitantes. 1.700 obras de arte brasileira integram 13 exposições, desde o último dia 04 até 15 de janeiro de 2012.
O núcleo de Fotografia Contemporânea Brasileira, intitulado “Extremos”, sob os cuidados do parauara Guy Veloso (o único curador do Norte-Nordeste do País convidado) e pela paulista Rosely Nakagawa, mostra em três galerias do Museu Bozar, em Bruxelas, “um país de dimensões continentais, onde opulência e pobreza convivem lado a lado, e os opostos são unidos por um só nome, bandeira e língua”.
Para Guy Veloso, fotógrafo premiado e que expôs na 29ª Bienal de São Paulo em 2010, “Extremos traz um país divisado pelos contrastes, mas sem fronteiras de criação; investiga a própria atualidade, exercendo leituras de si e do mundo”. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *