O prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, anunciou na tarde desta segunda-feira, 8, que os recursos para a revitalização e requalificação do complexo do Mercado São Brás, na ordem de R$50 milhões, já estão garantidos pela Caixa Econômica Federal. Durante visita…

A orla da cidade concentrou o maior público de todos os tempos. Cerca de dez mil pessoas esperaram, ansiosas, o espetáculo emocionante e grandioso que incluiu barcos grandes e balsas, mas também canoeiros, as tradicionais e belíssimas barquinhas, confeccionadas com…

Área contígua ao centro histórico de Belém do Pará, Zona Especial do Patrimônio Histórico declarada por lei, o bairro do Reduto, cenário industrial da belle Époque, da Doca do Reduto no início do século XX, com suas canoas coloridas repletas…

A Primeira Seção do Superior Tribunal de Justiça fixou, sob o rito dos recursos repetitivos, a tese de que o servidor federal inativo, independentemente de prévio requerimento administrativo, tem direito à conversão em dinheiro da licença-prêmio não usufruída durante a…

Pará, celeiro de talentos

Não me canso de noticiar que o Pará é um celeiro de talentos. O diretor de cena de ópera William Ferrara, que é professor na Universidade de Oklahoma, nos EUA, onde dirige o Opera Studio, dirigiu a contralto parauara Gabriella Florenzano nas suas três apresentações em Verona, na Itália, em julho, e lembrou da bela voz da soprano Gigi Furtado, que conheceu em Belém, durante temporada do Festival de Ópera do Theatro da Paz, para o qual já fez várias montagens, e também ministrou, em abril e maio do ano passado, o curso “Cenas de Óperas”, dentro do projeto “Ópera Estúdio”, criado em 2014 pela Fundação Carlos Gomes, com o objetivo de formar profissionais do canto lírico para atuar em montagens de ópera no Pará, e que se integra ao projeto “Concertos Didáticos”, também da FCG, em parceria com as Secretarias de Estado de Educação e Cultura, com apoio do Theatro da Paz. A cada mês, de manhã e à tarde, grupos artísticos apresentam um concerto comentado para alunos de escolas públicas localizadas na região metropolitana de Belém, iniciativa exemplar e pouco divulgada.

A professora Jena Vieira, idealizadora do “Ópera Estúdio” no Instituto Estadual Carlos Gomes, foi aluna e assistente de William Ferrara nos EUA.  O professor é só elogios para esse trabalho. Disse que acompanha mesmo de longe a luta de Jena e do professor Mílton Monte – idealizador do núcleo de música antiga da Escola de Música da UFPA e criador do Madrigal da UEPA, do qual foi regente por 11 anos, e pioneiro em fazer ópera na Amazônia fora do circuito oficial -, e que ao saber que Gabriella é de Belém não se impressionou porque sabe que existem muitos talentos, grande quantidade e qualidade no canto lírico do Pará. E ainda destacou que o Ópera Estúdio da FCG pode tornar  o Conservatório melhor porque envolve vários profissionais da música, coro, orquestra e muitos professores. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *