A juíza Sara Augusta Pereira de Oliveira Medeiros, titular da 3ª Vara Cível, Infância e Juventude, Órfãos, Interditos e Ausentes de Castanhal (PA) exarou uma sentença emblemática, em plena Semana da Pessoa com Deficiência: obrigou a Escola Professor Antônio Leite…

Observando que é irracional o deslocamento de grande quantidade de pacientes em busca de tratamento, o Ministério Público do Pará ajuizou Ação Civil Pública contra o Estado do Pará e o Município de Marabá, para a criação de Unidade de…

O governador Helder Barbalho sanciona hoje à noite, em cerimônia no auditório do Centur, o 'Vale Gás' e o 'Água Pará', destinados a famílias de baixa renda ou em situação de vulnerabilidade social. Ambos serão gerenciados e fiscalizados pela Secretaria…

Ciclistas liderados pelo grupo Pedal Mulher Nota 100, com apoio de alunos e voluntários da Universidade Federal do Pará e da Academia Paraense de Jornalismo, realizarão uma performance, nesta quinta-feira (23), das 8h às 10h, a fim de chamar a…

Os excluídos

456 pessoas, distribuídas em 92 famílias, moram na Floresta Nacional de Caxiuanã, área de 330 mil hectares no município de Melgaço, no arquipélago do Marajó. Lá, os problemas vão da alimentação e educação aos conflitos fundiários e ambientais. As comunidades de Pedreira, Laranjal e Caxiuanã, por exemplo, só tem acesso ao ensino fundamental e contam com apenas um pólo que atende de 5ª a 8ª série. As crianças do Igarapé Grande estão fora da escola, porque a localidade, no meio do rio Pracupi, é muito longe das duas escolas disponíveis – que ficam nos extremos do rio. De voadeira, são três horas de viagem. Os alunos que moram no meio do rio ficam sem estudar porque é muito perigoso e cansativo percorrer toda essa distância de canoa.
O blog pensa que não é certo excluir as crianças e adolescentes da escola só porque são poucos e moram distante dela.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *