0
Não gostaria de dar essa notícia, que infelizmente me foi confirmada agora pelo antenado colunista Bernardino Santos, de O Liberal: o professor Edson Franco, idealizador e ex-reitor da Unama, infartou ontem e está em estado gravíssimo, internado no hospital da Unimed. Não houve condições de levá-lo a São Paulo. Os médicos chegaram a implantar stents, mas ele entrou em coma hoje. Sua família está a seu lado, e a filha que mora em Paris já está a caminho para assisti-lo.

Estudei na Unama o curso de Direito, e sempre me impressionou a extraordinária capacidade do professor Edson Franco de distinguir cada aluno, acompanhar individualmente a todos, manter com toda a comunidade acadêmica uma relação mais do que amistosa, diria afetuosa. Fui nos cinco anos representante de turma, membro do Centro Acadêmico e até do DCE, participei de muitas mobilizações, inclusive de ocupação de seu gabinete, e sempre mantivemos o trato respeitoso, cordial, amigo.

A educação sempre foi seu mundo, seu estímulo, sua força, sua luz. Imagino o quanto o deixou abatido a sua saída da reitoria. Que Deus o ampare, restitua sua saúde, e conforte seus familiares neste momento difícil.

Atualização às 21h40: segundo informações repassadas pela esposa do professor Edson Franco, ele está na UTI, não em coma, mas sim porque sua idade e condição de fumante inspira muito cuidado. Saúde, professor!
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Voo rasante

Anterior

Sabadão masculino

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *