Brega no Pará é coisa séria. Tem Brega Pop, Brega Calypso, Brega Marcante, Brega Saudade, Tecnobrega, Melody, Tecnomelody … Verdadeiro hino (música oficial dos 400 anos de Belém), não há quem desconheça o clássico Ao Por do Sol, eternizado na…

Uma reunião no Ministério Público do Estado do Pará colocou em pauta a situação caótica da Unidade de Conservação Estadual Área de Proteção Ambiental da Ilha do Combu, onde proliferam construções e empreendimentos comerciais irregulares, transporte fluvial desordenado, festas e…

O juiz federal Henrique Jorge Dantas da Cruz condenou a União e o Estado do Pará à obrigação de fornecer Cerliponase Alfa (Brineura®) a uma criancinha de quatro anos durante todo o período de tratamento, sem interrupção. O remédio deverá…

A Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária da Assembleia Legislativa aprovou à unanimidade, hoje (15), as contas do governador Helder Barbalho relativas ao exercício de 2020. Conforme o relatório do presidente da CFFO, deputado Igor Normando (MDB), a receita bruta…

Operação Efeito Dominó no Pará, Rio e Bahia

Operação conjunta da
Polícia Civil, MPE-PA e Secretarias de Segurança dos Estados do Rio de Janeiro
e Bahia, com a participação de 260 policiais civis
e 40 PMs,
batizada “Efeito
Dominó
“, prendeu 19 pessoas envolvidas em organizações criminosas que
exploram ilegalmente os jogos de azar, de ontem à noite até hoje cedo. Ainda
estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão, e de prisões preventivas e
temporárias nos Estados do Pará, Rio e Bahia, por exploração
de jogo do bicho, formação de quadrilha armada, crime contra a economia
popular, lavagem de dinheiro, formação de cartel e falsidade ideológica.
O
resultado da operação será apresentado à imprensa, durante entrevista coletiva,
às 10 h, na sede da Delegacia Geral, em Belém.

O delegado geral da
Polícia Civil, Rilmar Firmino, revela que os bicheiros
montaram um sofisticado sistema de apostas e venda de
recargas de celular. Os apontadores paraenses faziam uso de máquinas e tecnologia
fornecidas por empresas baianas que lhes possibilitavam fazer a aposta do jogo
do bicho e também a venda de crédito de recarga de celular. Algumas das
empresas investigadas teriam ligação com o modus
operandi
de Carlinhos Cachoeira e também foram alvo da operação “Dedo de Deus”, conduzida pela Polícia
Civil do Rio de Janeiro, em 2011, e da operação “Aposta”, da PF, em 2007.




Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *