0
O Pará está à beira do abismo, por falta de capacidade de gestão da governadora Ana Júlia Carepa. O que estou vendo nas minhas andanças pelo Estado é uma profunda decepção, uma profunda tristeza. O que eu vejo de perto é o clamor da sociedade querendo mudança, pedindo piedade. E alguns dizem que vou à tribuna falar porque agora sou candidato. Não sou candidato a nada e nem sei se serei candidato a alguma coisa. Sou candidato a defender o meu povo.


A imprensa do Pará noticia que a média de três a quatro mortes por dia em Belém, igual ao Iraque, já pulou para nove mortes por dia. Por falta de capacidade de gestão da governadora. Será que Ana Júlia sabe o que é gestão? Eu sei que ela sabe muito bem usar aqueles copos redondos com um líquido amarelo dentro. É o líquido amarelo chamado uísque, isso ela usa muito bem. E ela ainda tem a coragem, a cara de pau de se candidatar novamente”.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Posse na CDP

Anterior

Nota oficial do PT

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *