O presidente da Assembleia Legislativa do Pará, deputado Chicão, foi aclamado ontem por servidores e deputados após a sessão plenária, que se estendeu até as 15h, ao entregar os espaços reformados que já estão prontos para utilização. É que, em…

O delegado de polícia de Oriximiná, Edmílson Faro, prendeu o vigia Ailton Ferreira da Silva a pedido do presidente da Câmara Municipal, vereador Marcelo Andrade Sarubi (PSDB) e do vereador Márcio Canto (PTB) e, na presença de ambos e do…

Primeira do Brasil totalmente focada na educação para o trânsito, a biblioteca do Detran-PA foi criada em 1998 e começou direcionada ao público interno, funcionando no antigo prédio do órgão, ao lado da Ceasa. Em 1º de novembro de 1999,…

A Prefeitura de Belém vai revitalizar dezesseis imóveis do município que estão há anos em situação de abandono. Além do resgate do patrimônio histórico, artístico e cultural, a intenção é reduzir gastos com aluguéis de prédios que abrigam órgãos municipais.…

O que houve?

Acreditem. Ontem à noite, na estréia de “O Morcego“, de Johann Strauss, no Festival de Ópera da Amazônia, a bilheteria do Theatro da Paz ficou aberta até a hora do início do espetáculo e não havia compradores, para desespero dos cambistas que, como sempre, ficam com boa parte dos ingressos para explorar os freqüentadores. Eu, que tinha uma convidada que não pôde ir, queria dar o ingresso – na primeira fila da varanda – e não tive a quem. Metade do teatro estava vazia. A produção foi bonita – bailarinos a caráter reproduziram as grandes festas de Viena tanto recepcionando quanto se despedindo do público. A soprano paraense Dione Colares, como Rosalinde, a mineira Edna Oliveira como Adele e a mezzo soprano paulista Regina Elena Mesquita, como o Príncipe Orlosfky, foram os destaques. De se perguntar onde – e quem – errou.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *