0
O Sr. Justiniano Alves, pai do ex-Delegado Geral e Superintendente da Susipe Justiniano Alves Jr., faleceu ontem à tarde. Ele foi conhecido como o líder dos comerciantes da antiga Tv. XV de Novembro, oriundos da zona do Salgado parauara. Era considerado o último a ter o título de “guardador de livros“, como chamavam os contadores no início do século passado. Aos 90 anos, torcedor fanático do Paysandu, só não saiu do hospital para ir ao campo porque os médicos e filhos não deixaram nem que visse o jogo pela TV.  Ele protagonizou uma cena memorável, em 2000. Foi assistir Paysandu X Peñarol e o jogo sofreu paralisação, pois “Seu” Justiniano teve um ataque cardíaco e o estádio parou para a ambulânca levar ao hospital um dos torcedores mais fiéis do bicolor. Ele morreu sem saber o resultado do jogo: antes da partida acabar entrou em coma e se foi.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Tumulto anunciado

Anterior

Velório de corrupto

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *