0
O movimento contra a violência criado a partir da morte do médico Salvador Nahmias é um importante sinal de reação da sociedade paraense. É preciso que não percamos a capacidade de nos indignar, de não aceitar atrocidades, de exigir justiça. Este blog está à disposição para servir de canal de mobilização. Não podemos assistir calados a essa verdadeira carnificina que se perpetra diariamente.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Catarse planetária

Anterior

Combate efetivo

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *