0
A Frente Nacional Contra o Trabalho Escravo e em Defesa da PEC 438/2001 lança amanhã grande mobilização nacional para coleta de assinaturas pedindo que a medida seja votada. Chamada de “segunda abolição”, prevê o confisco de terras onde sejam encontrados trabalhadores em situação análoga a de escravo. O projeto, já aprovado no Senado, está parado na Câmara desde 2004. No shopping Castanheira, a abertura será às 17 horas. Além do senador José Nery, que preside a Subcomissão de Combate ao Trabalho Escravo, o ato terá a participação de Dom José Azcona, Bispo da Prelazia do Marajó, e do presidente da Associação do Magistrados Trabalhistas da 8º Região, juiz Gabriel Veloso.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Patrocínio

Anterior

Semana de Comunicação

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *