0
A ANTAQ vai contratar empresa de consultoria para definir a base tarifária para o transporte em travessias de pequeno, médio e grande porte. O Banco Mundial irá custear o estudo. A empresa será escolhida por licitação. Atualmente, há uma proposta de norma para travessia, aprovada pela diretoria da Agência no final de julho, que está em audiência pública. O texto legal define que a fixação de tarifa é livre, desde que seja obedecida a razoabilidade. A consultoria, ao elaborar o estudo, deverá levar em conta as características regionais, o tamanho das embarcações e as distâncias das travessias.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Ópera Estúdio

Anterior

Política de ressocialização

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *