0
Amarílis Tupiassu, doutora em Letras e professora da UFPA, foi entrevistada por O Liberal na edição da quarta-feira, 28, e se posicionou contra a divisão territorial do Pará. De forma coerente e educada, alinhou suas razões, brandiu seus argumentos, terçou armas usando a inteligência e sua linha de pensamento. Exercitou, enfim, a cidadania. Foi o suficiente para ela ser violentamente atacada, ontem, no Blog Pelos Corredores do Planalto.

Penso que é preciso respeitar os pensamentos contrários, debater sempre no plano das ideias, conviver e aceitar as diferenças. É crucial, sobretudo, exercitar a tolerância e o bom senso. Não assiste razão a quem, ao invés de expor civilizadamente o porquê de suas convicções, derrubar a argumentação contrária através de fatos e fundamentos, parte para a agressão pessoal.

O assunto está bombando no twitter.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

A voz da experiência

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *