Brega no Pará é coisa séria. Tem Brega Pop, Brega Calypso, Brega Marcante, Brega Saudade, Tecnobrega, Melody, Tecnomelody … Verdadeiro hino (música oficial dos 400 anos de Belém), não há quem desconheça o clássico Ao Por do Sol, eternizado na…

Uma reunião no Ministério Público do Estado do Pará colocou em pauta a situação caótica da Unidade de Conservação Estadual Área de Proteção Ambiental da Ilha do Combu, onde proliferam construções e empreendimentos comerciais irregulares, transporte fluvial desordenado, festas e…

O juiz federal Henrique Jorge Dantas da Cruz condenou a União e o Estado do Pará à obrigação de fornecer Cerliponase Alfa (Brineura®) a uma criancinha de quatro anos durante todo o período de tratamento, sem interrupção. O remédio deverá…

A Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária da Assembleia Legislativa aprovou à unanimidade, hoje (15), as contas do governador Helder Barbalho relativas ao exercício de 2020. Conforme o relatório do presidente da CFFO, deputado Igor Normando (MDB), a receita bruta…

Mutilado e abandonado

Johnny Yguison Silva ficou paraplégico aos 12 anos, baleado por um policial, em 2001. Sua família, em ação judicial, obteve acordo em 2008 com o Governo do Estado, que se comprometeu em juízo a pagar este ano indenização de R$ 200 mil, além do tratamento médico. Depois de uma semana amargando falta de leito no Ofir Loyola, literalmente jogado na calçada do hospital, Johnny, que é paciente renal crônico e precisava desobstruir a uretra, só ontem à tarde foi submetido a cirurgia. E olhe que seu advogado, Walmir Brelaz, é petista histórico, assessor do deputado Carlos Martins (PT) – irmão da prefeita de Santarém, Maria do Carmo Martins Lima -, e vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB-PA. Imaginem a situação de quem não tem ninguém por si.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *