0

Um acidente grave, hoje, na BR 361, no sertão paraibano, vitimou quatro músicos da Orquestra Sinfônica da Paraíba, entre os quais o trombonista Radegundis Feitosa Nunes, premiado internacionalmente e doutor em Trombone Performance, que se apresentou como solista, camerista e instrumentista de Orquestra nos centros musicais mais importantes do Brasil, EUA e Europa, e veio várias vezes a Belém.

Morreram também Benedito Honório, Adenilton França e o cantor Rogério, todos integrantes do Sexteto Brassil (trocadilho do nome inglês “Brass”=metal com o nome Brasil), conjunto de metais e percussão brasileiro com renome internacional, que existe há 30 anos e desenvolve trabalho intenso de educação musical.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Nova direção

Anterior

Fanáticos por futebol

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *