Hoje, dia 23 de julho de 2021 às 19h, o Instituto Histórico e Geográfico do Pará realizada a nona “Live em Memória” da programação alusiva aos 121 anos do Silogeu, desta vez em homenagem ao centenário de nascimento do Almirante…

A igreja de São Francisco de Assis em Belém do Pará, carinhosamente chamada pelos fiéis de "Capuchinhos", completará cem anos de sua inauguração em 02 de outubro de 2022. A abertura oficial das festividades será com um concerto na igreja…

O trânsito continua matando mais do que muitas guerras. A administradora Gina Barbosa Calzavara, coordenadora dos bosquinhos da Universidade Federal do Pará, fez uma emocionante homenagem à memória do jovem Jean Serique Lameira, esportista do ciclismo e que também usava…

O Laboratório de Engenharia Biológica do Parque de Ciência e Tecnologia - PCT Guamá está estudando o sequenciamento genético do açaí, de modo a assegurar a rastreabilidade de ponta a ponta na cadeia produtiva e padrões de qualidade para os…

MPF deu 48h para dados sobre naufrágio

Está acabando o prazo de 48h que o Ministério Público Federal deu anteontem à Transportes Bertolini para que preste informações acerca da rota operada, as providências emergenciais tomadas, que tipo de apoio foi dado às vítimas e seus familiares, bem como a documentação do barco que naufragou no Estreito de Óbidos(PA), em 2 de agosto, e, ainda, o Plano de Controle de Emergências e o Plano de Ajuda Mútua do porto operado pela empresa em Santarém.
O acidente foi entre um empurrador de balsas e o navio Mercosul Santos, no rio Amazonas. Nove pessoas continuam desaparecidas, a Bertolini ainda não apresentou o diagnóstico sobre as condições de correnteza e profundidade do local e a empresa amazonense de salvatagem foi considerada inabilitada pela Marinha. O MPF atua no caso em parceria com o Ministério Público do Estado do Pará.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *