0
Os servidores efetivos da Câmara Municipal de Belém estão em festa, como náufragos na chegada do navio salvador. É que o Ministério Público Estadual vai baixar na Casa para uma devassa, igualzinho a que está fazendo na Alepa. Começaram pelas informações da folha de pagamento – para saber quem e quantos são os fantasmas que assombram o Legislativo da capital e quanto sugam do erário municipal -, tíquetes de combustível e vales alimentação.

Passarão a limpo os contratos da Casa. Claro que os vereadores que não têm laranjas, não comercializam os vales nem falseiam gastos e não alugam imóveis nem prestam serviços à Prefeitura nada têm a temer.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Causa de todos

Anterior

Agora vai

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *