0
O futuro presidente do TCE-PA, conselheiro Cipriano Sabino de Oliveira Jr., vai dar uma nova feição aos trabalhos da Corte. Defende que o tribunal não deve se preocupar apenas com os aspectos legal e constitucional das contas apreciadas. E que, sobretudo, a fiscalização deve verificar se a obra ou serviço em exame tem eficácia, se foi realizada de acordo com as necessidades da população e se será de fato do interesse e benefício público.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Paralisia institucional

Anterior

Alô, MP!

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *