0
Em nota, a direção da Santa Casa de Misericórdia do Pará informa que, até esta sexta-feira, a gratificação por tempo integral dos médicos que trabalham no hospital será paga em um contracheque suplementar e, no próximo pagamento, relativo ao mês de maio, essa gratificação será substituída pelo adicional de insalubridade e pela gratificação por risco de morte, para os profissionais que têm direito.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

A Saúde no limbo

Anterior

Eleições na UEPA

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *