Barcos regionais a motor, veleiros, vigilengas, rabetas, bajaras, canoas ubás, igarités, catraias, botes fazem parte da memória afetiva, produtiva e econômica parauara, navegando pelo oceano Atlântico, baías, rios que mais parecem mares, lagos, igarapés, furos, estreitos, igapós e campos alagados…

Embora o Quartel Tiradentes esteja localizado no coração do bairro do Reduto, sediando o 2º BPM e duas Companhias da Polícia Militar do Pará, os meliantes parecem desafiar abertamente os policiais. Os assaltos no bairro continuam muito frequentes, principalmente no…

Douglas da Costa Rodrigues Junior, estudante de Letras - Língua Portuguesa da Universidade Federal do Pará e bolsista do Museu Paraense Emílio Goeldi, ganhou a 18ª edição do Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica na área de Ciências Humanas…

O Ministério Público do Trabalho PA-AP abrirá na segunda-feira inscrições para Estágio de Nível Superior. A seleção será destinada ao preenchimento de vagas e formação do quadro de reserva de estagiários dos cursos de Administração/Gestão Pública, Biblioteconomia, Direito, Jornalismo, Publicidade/Propaganda…

Marabá pediu e obteve explicações da LOA

Foto: Ozéas Santos

O deputado estadual eleito João Chamon Neto(PMDB) foi portador, hoje, de um ofício assinado por todos os vereadores da Câmara Municipal de Marabá, dirigido ao presidente da Alepa, deputado Márcio Miranda(DEM), solicitando que articule a apresentação de emendas ao projeto de Lei do Orçamento Anual 2015, de modo a recompor o percentual de investimentos na região de Carajás. No documento, eles reclamam da divisão do bolo orçamentário, protestando contra uma suposta redução dos recursos, em 60%, apontando a concentração na região metropolitana de Belém de 72% dos investimentos em 2015, e se queixando de que restará a Carajás só 2,68%. Márcio Miranda pediu que o líder do Governo, deputado José Megale(PSDB), explicasse a Chamon que a aparente concentração de recursos é porque toda a despesa com folha de pessoal do Estado, todo o custeio da máquina administrativa, direta e indireta, além do pagamento dos empréstimos, figura na região metropolitana, inclusive a previsão orçamentária de muitas obras que de fato serão realizadas nas regiões sul e oeste do Pará. Megale esclareceu, também, que o governador Simão Jatene vai enviar à Alepa projeto de descentralização administrativa que irá efetivar a política de integração regional e reduzir as disparidades.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *