0
Além da queda, o coice. Não bastava o bafômetro, vem a tunga. Quem gosta de uma bebidinha do tipo quente – uísque, vinho, cachaça, conhaque, batida, rum – vai pagar mais caro. O governo vai aumentar a alíquota do IPI em 30%. A indústria, de início, repassará 5% ao consumidor. Por enquanto, a cerveja escapa.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Manias do poder

Anterior

Rios de Saúde

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *