0
Acautelai-vos, infiéis corruptos, por que um dia chegará a sua hora! Afinal, nada mais certo do que uma ex-mulher: você ainda vai ter a sua.

A atriz Mariane Vincentini, ex de José Roberto Arruda (DEM), contou à Istoé que o dinheiro do DEMsalão servia para pagar despesas pessoais e aumentar o patrimônio do governador do Distrito Federal. Arruda comprou um haras, deu de presente para o filho de quatro anos um cavalo puro-sangue, e mais: a maioria de suas propriedades estão em nome de laranjas.

Em 2006, Arruda declarou à Justiça Eleitoral patrimônio de R$ 598 mil (um apartamento em Brasília, um apartamento, uma casa e dois terrenos em Itajubá (MG), um Ômega 2009, uma Ranger 2001 e um Gol 2001).
Mas no início de 2007, semanas após sua posse, na separação extrajudicial, deu cerca de R$ 15 milhões à ex. Entre os bens, uma casa avaliada em R$ 2,8 milhões que estava no nome de construtor que tem contratos com o governo do DF, transferida para os filhos mais velhos de Arruda e depois para ela.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Os intrometidos

Anterior

Alvoroço na Corte

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *