Começou hoje (27) às 8h e segue até às 17h a votação nas prévias do PSDB para escolher seu candidato à Presidência da República. O resultado, se tudo correr bem, deve ser anunciado às 20h. O partido passou a semana…

Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Na quarta-feira passada, dia 24, a audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal, em Brasília, era para discutir a gravíssima situação na Terra Indígena Yanomami, mas o clima de enfrentamento entre bolsonaristas e lulistas inviabilizou…

O prefeito Edmilson Rodrigues anunciou que Belém tem condições de fazer o Carnaval 2022, após reunião hoje (25) à tarde com representantes das escolas de samba e blocos carnavalescos. Ele acredita que com mais de 80% de pessoas vacinadas contra…

A irreverente


“Rainha da Moda é tão rico quanto os vestidos que descreve… Como sociologia, é absolutamente impressionante.” – Washington Post Book World.
“Nessa cativante biografia, lançamento da Jorge Zahar Editor, Caroline Weber descreve como Maria Antonieta revolucionou o guarda-roupa real.” – Vogue.
Maria Antonieta revolucionou a moda de seu tempo. Mais do que isso, revolucionou seu tempo através da moda. Do traje de montaria masculino aos excêntricos penteados, dos vestidos cravejados de brilhantes ao modesto estilo pastoril, suas roupas atordoaram o cerimonial da corte e detonaram a aura de sacralidade que envolvia a monarquia. Rainha da Moda – Como Maria Antonieta se Vestiu para a Revolução mostra como a moda foi ao mesmo tempo o meio de afirmação de Maria Antonieta e o caminho para seu trágico fim. Pouco depois de casar com o delfim da França, ela recusou o rígido espartilho de barbatana de baleia que a tradição da corte tornava obrigatório. Diante dos mexericos e do impacto de sua atitude na política externa francesa, a delfina teve que voltar atrás. Em outras questões, porém, foi mais firme. E causou sempre, paradoxalmente, grande escândalo e fervorosa admiração. Condenada à morte, no caminho para a guilhotina, seu traje despojado calou a multidão enfurecida e mostrou uma mulher altiva, forte demais para se submeter aos padrões estabelecidos.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *