0

A Comissão Parlamentar de Inquérito que vai investigar a existência de milícias ou grupos de extermínio no Estado do Pará foi instalada oficialmente, hoje, pelo presidente da Alepa, deputado Márcio Miranda(DEM), e eleitos o presidente, deputado Augusto Pantoja(PPS), e o relator, deputado Carlos Bordalo(PT). Os membros da CPI farão a primeira reunião já na segunda-feira às 10h e terão só um mês para trabalhar, prazo improrrogável, por causa do fim da Legislatura. O deputado Fernando Coimbra(PSD) saiu da Comissão, que agora é integrada, além dos citados, pelos deputados Edmilson Rodrigues(PSOL), Chicão(PMDB) e Tetê Santos(PSDB). São suplentes os deputados Hilton Aguiar(SDD), Zé Francisco(PMN), Airton Faleiro(PT), Divino(PRB) e Nilma Lima(PMDB).

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

O registro e o mérito dos anônimos

Anterior

Alepa aprova reforma e LOA

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *