0

O Dia Mundial do Sono foi anteontem, mas vale repercutir o alerta dos neurologistas: 60% das causas de insônia são atribuídas a maus hábitos (consumo de café, chá preto, chocolate, bebida alcoólica e exercícios físicos à noite) e 40% a ansiedade e depressão – que devem ser tratadas com medicamentos específicos. As crianças não estão livres do distúrbio. Na grande maioria dos casos, o comportamento inadequado dos pais é o principal responsável.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Missa pela paz eterna

Anterior

O flagelo da desigualdade

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *