Governador do Pará e presidente do Consórcio de Governadores da Amazônia Legal, Helder Barbalho está com agenda intensa em Brasília, e em reunião com Lula nesta sexta-feira (27) apresentou documento proposto pelo CAL. Para o desenvolvimento regional do bioma amazônico,…

O Papa Francisco nomeou o atual bispo da prelazia de Marajó (PA), Dom Evaristo Pascoal Spengler, bispo de Roraima (RR), que estava sem titular há um ano, desde a transferência de Dom Mário Antônio da Silva para a arquidiocese de…

Utilizar o futebol como ferramenta de transformação social para crianças e adolescentes de todo o Pará é o objetivo do projeto "Futebol Formando Cidadão", que será lançado neste domingo (29) no oeste paraense. A iniciativa é do Tapajós Futebol Clube,…

No próximo sábado, 28, é o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo. Esta semana, foram divulgados dados da Secretaria de Inspeção do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) referente a 2022, quando foram resgatados 2.575 trabalhadores em condições análogas…

Highlights de Ópera hoje no Sesc Boulevard


A Fundação Carlos Gomes realiza um trabalho maravilhoso, o Projeto Ópera Estúdio, que abre a temporada 2017 em Belém hoje, às 19h, no Sesc Boulevard. O concerto, gratuito, intitulado “Highlights de Ópera”, tem no repertório peças de Verdi, Rossini, Donizetti, Puccini, Wagner, Mozart, Carlos Gomes e Dvorák. No palco, dezesseis cantores líricos parauaras – os tenores Antonio Wilson, Alexsandro Brito, Mauro Coutinho e Mário Ícaro; os barítonos Idaias Souto, Sidney Pio e Davi Marques; a contralto Eugênia Piñon; as sopranos Kézia Andrade, Dhuly Contente, Dulcianne Ribeiro, Lanna Bastos e Emanuele Monteiro; e as mezzo-sopranos Jéssica Wisniewski, Mariluz Vidonho e Suzi Quintela -, acompanhados pelo pianista João William. 

O ‘Ópera Estúdio’, idealizado e dirigido pela professora Jena Vieira, é um projeto de extensão que anualmente seleciona cantores líricos e coralistas e oferta cursos de técnica vocal e preparação cênica. Foi criado com o objetivo de preparar os alunos para a carreira artística profissional de um cantor de ópera. Neste ano, o projeto passa a ser “Curso Livre de Ópera” da Fundação Carlos Gomes. O trabalho já avançou tanto que é possível montar óperas inteiras, experimentais, e até uma agenda anual de espetáculos, o que já está sendo viabilizado através de parcerias com o Sesc e o Museu do Estado do Pará.

Os módulos de aulas do Ópera Estúdio são capitaneados por profissionais de renome internacional, como o professor norte-americano William Ferrara, conhecido por ministrar esse curso no mundo inteiro e que é um dos docentes do curso Ópera Viva em Verona, na Itália. Quando esteve em Belém para as montagens de ópera do Festival Internacional de Ópera, por iniciativa do secretário de Estado de Cultura, Paulo Chaves, foi só elogios ao projeto, que na sua avaliação põe a FCG em novo patamar e pode atrair olhares de investidores capazes de fortalecer a produção no Pará, reconhecidamente celeiro de profissionais de alto nível. A soprano portuguesa Ana Ester Neves é outra renomada artista e professora que também já veio ministrar masterclass no Ópera Estúdio, quando, em feliz iniciativa, foi trazida pelo presidente da Fundação Carlos Gomes, pianista Paulo José Campos de Melo, para a montagem de A Rainha Louca, no XXIX Festival de Internacional de Música do Pará, e estrelou o recital de encerramento do II Encanta – Encontro de Canto da Amazônia, ano passado.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *