0

O Jornal Nacional está apresentando uma série especial sobre a exploração econômica da floresta amazônica. Ontem, mostrou que, no Pará, há mais de 350 projetos de manejo licenciados, mas a demora para as licenças atrapalha o início de outros. Tem licença que se espera há mais de um ano.

Outro problema recorrente é a fraude. Quatro a cada dez projetos foram aprovados de maneira irregular. Com isso, a madeira legal brasileira perde mercado, porque muitos importadores da Europa e dos EUA desconfiam de documentos oficiais.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Nota oficial do PT

Anterior

Preocupação ambiental

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *