0
O Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral aproveita a semana em que o eleitor está com título na mão para impulsionar a campanha Ficha Limpa. É preciso obter 1,3 milhão de adesões para fazer a Câmara dos Deputados aceitar o projeto de lei que muda a lei de inelegibilidades (LC 64/90), vetando candidatos já condenados pela justiça, mesmo que ainda tenham direito a recursos. No dia 5 de outubro, em todo o Brasil, serão montadas bancas para coletar assinaturas do lado de fora das seções eleitorais.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Troca-troca

Anterior

Do Lápis de Memória

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *