0

Todo cuidado é pouco para evitar um conflito muito perigoso no Xingu. 140 índios Xikrin e Kaiapó articulam a ocupação do Sítio Pimental, numa ilha a 40 Km de Altamira, onde será construída a barragem principal e a casa de força auxiliar da usina de Belo Monte. A decisão foi tomada em reunião reservada na Terra Indígena Arara da Volta Grande do Xingu, durante a visita da comitiva do cineasta James Cameron.

Outras etnias – inclusive do Mato Grosso – podem engrossar o caldo. Os Jurunas da Terra Indígena Paquiçamba estão sendo atraídos, embora haja divisão na tribo.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Povos indígenas

Anterior

Aquífero Grande Amazônia

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *