Barcos regionais a motor, veleiros, vigilengas, rabetas, bajaras, canoas ubás, igarités, catraias, botes fazem parte da memória afetiva, produtiva e econômica parauara, navegando pelo oceano Atlântico, baías, rios que mais parecem mares, lagos, igarapés, furos, estreitos, igapós e campos alagados…

Embora o Quartel Tiradentes esteja localizado no coração do bairro do Reduto, sediando o 2º BPM e duas Companhias da Polícia Militar do Pará, os meliantes parecem desafiar abertamente os policiais. Os assaltos no bairro continuam muito frequentes, principalmente no…

Douglas da Costa Rodrigues Junior, estudante de Letras - Língua Portuguesa da Universidade Federal do Pará e bolsista do Museu Paraense Emílio Goeldi, ganhou a 18ª edição do Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica na área de Ciências Humanas…

O Ministério Público do Trabalho PA-AP abrirá na segunda-feira inscrições para Estágio de Nível Superior. A seleção será destinada ao preenchimento de vagas e formação do quadro de reserva de estagiários dos cursos de Administração/Gestão Pública, Biblioteconomia, Direito, Jornalismo, Publicidade/Propaganda…

Factóide

Lula causou frisson e ganhou elogios de A a Z, dizendo em entrevista exclusiva à Gazeta Mercantil que quer os royalties do petróleo para a educação. Esqueceu de contar que a idéia é do senador Cristovam Buarque (PDT-DF), que propôs, em seu projeto de lei nº 116/08, que o dinheiro recebido por estados e municípios a título de royalties pela exploração de petróleo seja aplicado exclusivamente em programas públicos de educação de base e de ciência e tecnologia. Nos últimos dez anos, o montante de royalties distribuídos no País cresceu 40 vezes. Em alguns municípios produtores, essa receita supera as transferências constitucionais e legais. Por isso, o senador questiona para onde estão indo esses recursos e até que ponto a flexibilidade de uso do dinheiro tem ajudado a melhorar a qualidade de vida de quem mora nesses locais, lembrando que a receita com royalties depende de um recurso não-renovável, cuja exaustão deveria estar sendo compensada, há muito, com ações integradas nas áreas de energia, meio ambiente e educação.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *