Ontem duas famílias viveram momentos de terror, vítimas de assalto à mão armada por volta das 13 horas, durante passeio no Parque do Utinga, um dos lugares mais lindos de Belém e importante equipamento turístico parauara. Trata-se do oitavo roubo…

Em iniciativa inédita, o Fórum de Entidades em Defesa do Patrimônio Cultural Brasileiro celebra os percursos individuais e coletivos que construíram as políticas de salvaguarda do patrimônio cultural no Brasil, lançando a obra “Em Defesa do Patrimônio Cultural”, organizado por…

Neste sábado, 16, postos de saúde ficarão abertos para a vacinação com foco em menores de 15 anos. Em Belém, 11 unidades vão funcionar das 8h às 14h. A campanha da Multivacinação iniciou no dia 04 de outubro e segue…

De autoria do carnavalesco e professor Paulo Anete, o enredo para o Carnaval 2022 da Escola de Samba Grêmio Recreativo Carnavalesco e Cultural Os Colibris, de Belém do Pará, é “Zélia Amada/ Zélia de Deus/ Zélia das Artes/ Herdeira de…

Factóide

Lula causou frisson e ganhou elogios de A a Z, dizendo em entrevista exclusiva à Gazeta Mercantil que quer os royalties do petróleo para a educação. Esqueceu de contar que a idéia é do senador Cristovam Buarque (PDT-DF), que propôs, em seu projeto de lei nº 116/08, que o dinheiro recebido por estados e municípios a título de royalties pela exploração de petróleo seja aplicado exclusivamente em programas públicos de educação de base e de ciência e tecnologia. Nos últimos dez anos, o montante de royalties distribuídos no País cresceu 40 vezes. Em alguns municípios produtores, essa receita supera as transferências constitucionais e legais. Por isso, o senador questiona para onde estão indo esses recursos e até que ponto a flexibilidade de uso do dinheiro tem ajudado a melhorar a qualidade de vida de quem mora nesses locais, lembrando que a receita com royalties depende de um recurso não-renovável, cuja exaustão deveria estar sendo compensada, há muito, com ações integradas nas áreas de energia, meio ambiente e educação.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *