0
55 prefeituras do Pará receberam ontem 58 ambulâncias: Ananindeua ganhou quatro porque tem 500 mil habitantes, segundo o IBGE. É uma ajuda e tanto, mas o que precisa, mesmo, é que os municípios ofereçam hospitais equipados para atender pelo menos os casos de urgência. Não se pode conceber que continuem simplesmente despachando seus doentes para a capital, onde muitos não conseguem atendimento, ou morrem no caminho em busca de socorro.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Município verde

Anterior

FHC e a Academia

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *