Barcos regionais a motor, veleiros, vigilengas, rabetas, bajaras, canoas ubás, igarités, catraias, botes fazem parte da memória afetiva, produtiva e econômica parauara, navegando pelo oceano Atlântico, baías, rios que mais parecem mares, lagos, igarapés, furos, estreitos, igapós e campos alagados…

Embora o Quartel Tiradentes esteja localizado no coração do bairro do Reduto, sediando o 2º BPM e duas Companhias da Polícia Militar do Pará, os meliantes parecem desafiar abertamente os policiais. Os assaltos no bairro continuam muito frequentes, principalmente no…

Douglas da Costa Rodrigues Junior, estudante de Letras - Língua Portuguesa da Universidade Federal do Pará e bolsista do Museu Paraense Emílio Goeldi, ganhou a 18ª edição do Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica na área de Ciências Humanas…

O Ministério Público do Trabalho PA-AP abrirá na segunda-feira inscrições para Estágio de Nível Superior. A seleção será destinada ao preenchimento de vagas e formação do quadro de reserva de estagiários dos cursos de Administração/Gestão Pública, Biblioteconomia, Direito, Jornalismo, Publicidade/Propaganda…

Espaço para o artista parauara

O caderno Magazine, de O Liberal, publica hoje matéria de capa com a cantora lírica Gabriella Florenzano. Agradeço muitíssimo ao escritor e jornalista Vicente Cecim, que a entrevistou, aos jornalistas Antonio Carlos Darwich (editor) e Lázaro Moraes(diretor de redação), e ao diretor Ronaldo Maiorana, por abrirem espaço à divulgação de seu trabalho.

Peço licença apenas para fazer um esclarecimento: o concerto de encerramento do XIII Festival de Ópera do Theatro da Paz, no próximo sábado, dia 27, será, como sempre, um espetáculo em que vários artistas se apresentam, inclusive bailarinos, além dos músicos e cantores, solistas e de coro. Gabriella é uma desses artistas, e cantará uma ária de “Carmen”, de Bizet, interpretando a protagonista. Não haverá montagem da ópera inteira. E deve ser creditada à gentileza do entrevistador a afirmação de que Gabriella já é referência no canto erudito brasileiro. Ela ainda tem muito a aprender com os grandes mestres e mestras do cenário nacional.

Não percam o concerto. Será público e gratuito, ao ar livre, em palco montado em frente ao Theatro da Paz,  como se faz nos melhores lugares do mundo. Aproveitem.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *