0
No distrito de Miritituba, em Itaituba, há um prédio localizado no bairro Alto Bonito, patrimônio do INCRA, que funciona – pasmem! – como danceteria. Um concorrente fez fotos do local – que está caindo aos pedaços -, e filmagem em DVD de festa com presença de menores ingerindo bebidas alcoólicas e fumando.
Mais: a Associação denominada ALCEM, que explora o lugar, não tem sócios, nem ata de fundação e sequer documentos da eleição para escolha da última diretoria, daí que não existe de fato e nem de direito. E, suprema distorção, como o imóvel pertence ao governo federal, é isento de aluguéis e impostos nos âmbitos municipal, estadual e federal.
Ah! O local é chamado “Danceteria do Lula” (!)
Pior: Valdelino Rabelo Alves – funcionário do Incra – encaminhou documento à polícia civil em 27.12.2007, em que se intitula responsável legal pelo inferninho .
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Futebol na Calha Norte

Anterior

Fora Ciro Gomes

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *