Lançamentos literários, apresentações de teatro, oficinas voltadas para as culturas pop e japonesa, arrecadação de livros, atividades pedagógicas e lúdicas direcionadas ao público infantil, entre outras ações, estão no cardápio de cultura e arte servido aos visitantes do estande da…

O procurador do Ministério Público do Trabalho Sandoval Alves da Silva tomou posse na chefia da Procuradoria Regional do Trabalho da 8ª Região para o biênio de 2021-2023 enfatizando o papel decisivo do MPT na garantia dos direitos humanos. O…

Prevaleceu o bom senso e o cuidado com as pessoas. O prefeito Edmilson Rodrigues ouviu o secretário municipal de Saúde, Maurício Bezerra, e técnicos responsáveis pela vacinação e enfrentamento à Covid-19, e cancelou os desfiles das escolas de samba, blocos…

Começou hoje (27) às 8h e segue até às 17h a votação nas prévias do PSDB para escolher seu candidato à Presidência da República. O resultado, se tudo correr bem, deve ser anunciado às 20h. O partido passou a semana…

Empréstimo será aprovado na Alepa

O projeto de
financiamento de quase R$ 2 bilhões, de iniciativa do Poder Executivo, que era
esperado hoje na Assembleia Legislativa, só deve chegar amanhã na Casa. É que o
governador Simão Jatene pediu à sua equipe maior detalhamento da operação de
crédito, no montante de exatos R$ 1.855.045.575.
Segundo o líder do
PSDB, deputado José Megale, os valores e a destinação, em investimentos nas
áreas de saúde, infraestrutura, educação, esporte, turismo, segurança,
urbanismo e saneamento serão todos mantidos, apenas aprofundadas as informações
oferecidas.
O relator do
projeto na Comissão de Constituição e Justiça é o deputado Raimundo Santos,
líder do PEN. O sentimento entre os parlamentares é de aprovação tranquila, até
porque todos têm o entendimento de que se trata de projetos estratégicos, que
interessam ao Estado. Na terça-feira da semana que vem, deve ser apreciado em
reunião conjunta da CCJ e da Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária
da Alepa e, em seguida, o presidente, deputado Manoel Pioneiro (PSDB), incluirá
a matéria na pauta do plenário.
A maior parte dos
recursos que o governo pretende contratar é proveniente do Banco Nacional de
Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), através dos programas Proonvest e
PAC Saneamento, mas também há investimentos do Banco do Brasil e do Banco
Interamericano de Desenvolvimento (BID), no valor de R$ 400 milhões, voltado
exclusivamente para a educação, com R$ 200 milhões de contrapartida do Estado.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *