0
Ali Hamza al Bahlul, ex-secretário de Imprensa de Osama Bin Laden, foi condenado pelo júri militar na base norte-americana de Guantánamo, em Cuba e seu destino é a prisão perpétua. Segundo agentes do FBI que o interrogaram, ele foi o responsável pelo roteiro de um vídeo que mostrava os seqüestradores dos aviões dos atentados em Nova York momentos antes dos ataques e por uma campanha da rede terrorista Al Qaeda para conquistar militantes. Como dispensou seu advogado por considerá-lo inimigo e não teve autorização para defender a si mesmo, as provas foram aceitas pelo tribunal.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Puxão de orelhas

Anterior

De volta à rede

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *