O magistrado, professor, escritor e jornalista Luiz Ernane Ferreira Ribeiro Malato, membro da Academia Paraense de Letras e da Academia Paraense de Jornalismo, tomou posse no cargo honorário de Cônsul da República Tcheca, o primeiro no Pará. A cerimônia foi…

Doutora em Ecologia pela University of Stirling, Escócia (1996), pesquisadora titular do Museu Paraense Emílio Goeldi, do qual foi diretora-geral (2005-2009), ex-presidente do Conselho Curador da Empresa Brasil de Comunicação-EBC e presidente do Conselho de Administração do Instituto de Desenvolvimento…

O Brasil tem 1,3 milhão de advogad@s e segundo a OAB deve ultrapassar a marca de 2 milhões em 2023. Além disso, o país tem a maior proporção de advogad@s por habitante, um (a) para cada 170 habitantes. Esse crescimento…

O prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, vai inaugurar na terça-feira, 6, a partir das 10h, o Teatro Popular Nazareno Tourinho, no bairro da Cidade Velha, em um prédio que estava abandonado há anos, conhecido como “Casa Amarela”, que estava sem…

É melhor prevenir

Os acidentes são a maior causa de mortalidade entre crianças e adolescentes com idade de zero a 14 anos. Afogamentos, quedas, acidentes de trânsito, queimaduras, entre outros, representam 79% dos casos em todo o País. Dados da OMS afirmam que, no mundo, mais de um milhão nessa faixa etária morrem por essas causas.

No Pará, o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência já realizou, nos primeiros seis meses deste ano, 1.738 atendimentos de urgência e emergência a crianças de zero a 12 anos. Os acidentes domésticos, que somam 589 dos atendimentos na unidade, são os que mais preocupam a equipe médica. Quedas equivalem a 56% dos casos, na maioria das vezes dentro de casa, na rua ou na escola. Crianças de até cinco anos merecem atenção especial: deixar fios da TV e do computador espalhados pelo chão e cadeiras próximas às janelas é um perigo.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *