0

Está guardada a sete chaves pesquisa que entidades empresariais do Pará mandaram fazer, para aferir as intenções de voto nas eleições para governador e senador, em 2010. Uma das setes chaves, todavia, estava com defeito. E alguns números do levantamento, feito por instituto baiano, vêm agora à tona. Para o governo do Estado, o ex-governador Simão Jatene (PSDB) crava 34,3% e o deputado federal Jader Barbalho (PMDB), 28,2%. A governadora Ana Júlia aparece em terceiro, com 17, 6%. Quando Jatene sai da parada e entra o senador Mário Couto como o candidato tucano ao governo, Jader passa a ser o primeiro, com 34%, enquanto Ana Júlia sobe para 22% e o próprio Mário Couto figura em 3º, com 15,7. Foi feita pelo menos uma simulação de segundo turno entre Jatene e Ana Júlia: o tucano teria 54% das intenções de voto e a governadora, 25%. O blog não conseguiu informações sobre outras simulações, se é que elas foram feitas – e certamente o foram. Para o Senado, a pesquisa apresentou o seguinte resultado como primeiro voto: Jader (21%), Jatene (19%), Ana Júlia (15%), Edmilson Rodrigues (12%) e Valéria Pires Franco (11%). Como segundo voto: Valéria (20%), Jatene (19%), Jader (13%), Ana Júlia (6%) e Edmilson Rodrigues (6%). Não foi possível confirmar outros dados da pesquisa, como margem de erro, período em que foi feita e número de eleitores consultados.”
(Furo do jornalista Paulo Bemerguy, que arrumou o defeito de uma das chaves desse segredo e o revelou para nós).
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Dia de São Cipriano

Anterior

Orgulho LGBT

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *