O presidente da Assembleia Legislativa do Pará, deputado Chicão, foi aclamado ontem por servidores e deputados após a sessão plenária, que se estendeu até as 15h, ao entregar os espaços reformados que já estão prontos para utilização. É que, em…

O delegado de polícia de Oriximiná, Edmílson Faro, prendeu o vigia Ailton Ferreira da Silva a pedido do presidente da Câmara Municipal, vereador Marcelo Andrade Sarubi (PSDB) e do vereador Márcio Canto (PTB) e, na presença de ambos e do…

Primeira do Brasil totalmente focada na educação para o trânsito, a biblioteca do Detran-PA foi criada em 1998 e começou direcionada ao público interno, funcionando no antigo prédio do órgão, ao lado da Ceasa. Em 1º de novembro de 1999,…

A Prefeitura de Belém vai revitalizar dezesseis imóveis do município que estão há anos em situação de abandono. Além do resgate do patrimônio histórico, artístico e cultural, a intenção é reduzir gastos com aluguéis de prédios que abrigam órgãos municipais.…

Do blog do Ronaldo Franco

os pés ardem no chão
à esquina cega
da espera da esperança
rente aos muros do sol
tão quietos quanto os espíritos da manhã
que apregoam o surrado amor
no olhar saqueado
na tarde enfurecida

tarde demais sobre as janelas silenciosas
que debruçam inquietações
escancaram corações
sob os martelos do medo
pois a paz já foi assassinada
ao pé de uma árvore
com suas folhas amendrontadas
por detrás de uma igreja assustada
por baixo de pássaros que escondem os pescoços
no rosto de um Cristo aflito
sem lágrimas para derramar
onde a vida se esfola
abatida e depenada
na humanidade escassa

uma cidade em pedaços
ensanguentada por uma rajada de violências
e inocências
em redes crespusculares
em lares a expelir as vísceras da agonia

não há caminhada sem temor
caminhamos no rumor da morte
(à sombra que engole o homem)

(Ronaldo Franco, em Belém: 393 Janeiros)

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *