0

A maioria dos prédios públicos do Pará impede o acesso de pessoas com dificuldades de locomoção, já muito penalizadas com a falta de guias nas calçadas, além destas serem cheias de buracos e lixo. O TCE-PA foi um dos pioneiros no Estado a dotar suas instalações de todos os cuidados para facilitar o acesso de deficientes às suas dependências, ainda em 1998, por iniciativa do então presidente, conselheiro Nelson Chaves. Um exemplo a ser seguido por órgãos do governo e empresas privadas.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Repasses aos municípios

Anterior

Hidrelétricas na Amazônia

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *